segunda-feira, 4 de abril de 2011

É bom olhar pra trás



 e admirar a vida que soubemos fazer
É bom olhar pra frente, é bom nunca é igual
Olhar, beijar e ouvir, cantar um novo dia nascendo
É bom e é tão diferente
Eu não vou chorar, você não vai chorar
Você pode entender que eu não vou mais te ver
Por enquanto, sorria e saiba o que eu sei eu te amo...

3 comentários:

  1. Lindo trecho!
    Seguindo aqui flor...
    Dá uma passada lá no meu.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Calcei luvas, branca e negra
    Afastei os braços ao abraço
    Encontrei um pássaro feliz
    As uvas são amargas no Mês de Março

    Anos, dias, vidas que se perdem da vida
    Voltaram com o Sol as Andorinhas do Mar
    Quantas vagas correram adiante
    Quantas perdidas penas entre o partir e chegar

    E as pedras da ilha…
    As pedras da ilha não têm idade
    Não tem limite o amor quando é amor
    Não tem medida a extensão da saudade

    Doce beijo

    ResponderExcluir