terça-feira, 28 de dezembro de 2010

As coisas passam...

 e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará.Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira.

domingo, 26 de dezembro de 2010



É triste saber que um dia vou ver você passar e não sentir cada milímetro do meu corpo arder e enjoar. É triste saber que um dia vou ouvir sua voz ou olhar seu rosto e o resto do mundo não vai desaparecer. O fim do amor é ainda mais triste do que o nosso fim. É, isso é culpa minha, por eu ter me tornado tão insensível, que nem posso mais sentir você aqui. Eu digo o que condiz, eu gosto mesmo é do estrago. Acho que o problema é comigo as pessoas me cansam, me tiram as forças a tal ponto que eu não consigo abandoná-las. Eu aprendi a odiar as pessoas, mas ainda mais a mim. Na verdade, só amamos quem não precisam de nós. O amor é o ridiculo da vida.

domingo, 19 de dezembro de 2010

O que obviamente nao presta sempre me interessou e muito!
Gosto de um modo carinhoso e inacabado, do malfeito, daquilo que desajeitadamente 
tenta um pequeno vôo e cai sem graça no chão.  

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Nossas dúvidas são traiçoeiras.



Falando assim, posso parecer feito de certezas, quando, na verdade, não passo de uma mulher cheia de dúvidas. Mas são essas dúvidas que me guiam atrás de respostas. E o que eu digo aqui, eu aprendi durante essas buscas infindáveis. Quantas vezes acabei Encontrando uma pergunta ainda mais inquietante, quando tudo o que eu queria era uma resposta curta e certeira. Não há. Nunca houve. Algumas delas o espelho me conta, quanto a outras, me dá somente dicas confusas. E tem também aquelas que são tão complicadas que eu nem sei por onde começar a perguntar. E é por não ter respostas para tudo que eu acabo escrevendo pra mim mesmo essas perguntas. Um dia eu vou saber responder.E vou escrever na minha alma, para que todos leiam por detrás dos meus olhos.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Saudade, já não sei se é palavra certa para usar ♪



Hoje eu queria te levar um beijo de boa noite. Um beijo delicado sobre tua testa, sem nenhuma outra intenção além de te desejar uma boa noite de sono. Nem pedir para estar em teus sonhos, nem pedir para dormir ao teu lado. Queria apenas te ver doce, te ver repousar com todas as inseguranças e perspectivas de um menino ... 

domingo, 12 de dezembro de 2010

Sobre o abraço



Se um homem soubesse o poder que seu abraço tem ao acolher uma mulher, a segurança que ela sente, todas as melhores coisas que passam em sua mente, o quanto ela se entrega. Se ele desconfiasse que naquele momento ele a tem inteira, completa, repleta de uma felicidade extrema. Será que ele se manteria ali por mais alguns segundos? Será que a pressa de um abraço seco se tornaria próximo do que uma mulher sente? Será que ele entenderia que essa coisa tão simples, tão gratuita, dentre muitas coisas no mundo é o que gente mais precisa, é o que nos abriga, é o que dá paz ao nosso sono?

sábado, 11 de dezembro de 2010

Gostei do seu papo e do seu perfume!



Sinceramente você pode se abrir comigo... Honestamente eu só quero te dizer, que eu acertei o pulo quando te encontrei. Acertei! Eu sei a palavra que você deseja escutar, você é o segredo que eu vou desvendar. Você acertou o pulo quando me encontrou. Acertou!

De novo estou aqui não sei o que dizer...

Nem sei se o seu coração bate como o meu coração bate ao te ver... 
Nem sei porquê. ♫

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Por mais que você diga...



Existe alguém  que quer falar tudo que acha que sente. Que quer dizer que faz qualquer coisa pra te ter ao lado todo dia à noite. Esse alguém te quer. Existe alguém que duvida. Duvida do que tu sentes e, justamente por isso, não diz o que sente. Não diz! E te faz achar que ele não sente nada por ti. Esse alguém te gosta muito. Existe também alguém que ferve. Alguém que ignora todo o sentimento, pois espera a cada esquina por algo melhor, algo que nunca aparece e que o faz permanecer nessa incessante busca. Esse alguém não vive sem ti.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Selo de qualidade!


Mais um selo da Tainá (Greenapple) e o primeiro da Ana (Algúem que te faz sorrir) . Obrigada! *-*
Regras:
- Passar para dez blogs 
- Avisar cada blogueiro 
- Falar dez coisas sobre você 


(esses são os blog que mais visito)



* Não sei receber elogios, fico sem saber o que fazer
* Sorrio para disfarçar desconfortos 
* Nem sempre consigo disfarçar quando tô mentindo
* Odeio falsidade e indiferença
* Amo ouvir músicas e interpreta-lás
* Odeio receber indiretas
* Me apego muito facil
* Esqueco mais fácil ainda
* Quando gosto de verdade me entrego totalmente 
* Não desisto tão fácil. 

7 coisas que eu vou fazer antes de morrer:

* Pular de pára-quedas
* Passar o carnaval em Salvador
* Dizer algumas verdades para algumas pessoas
* Ser empresária
* Dar uma cantada em alguém
* amar perdidamente
* tirar a carta de motorista
 
7 defeitos: 

* Desastrada ao cubo
* Ciumenta
* Ser irônica as vezes
* Choro com facilidade
* Esquecer facil das coisas
* Complicada
* Querer tudo do meu jeito 

7 qualidades:

* Amo ajudar os outros  
* Sincera
* Não sei guardar mágoa, perdoou facil
* Mesmo triste sou feliz
* Faço amizade com facilidade
* Quase sempre estou bem-humorada
* Educada (com quem merece)


7 coisas que eu faço bem:

* Sorrir
* Dormir
* Comer
* Drama
* Brigadeiro
* Cachorro-quente
* Provocar

7 coisas que eu amo: 

* Deus
* Minha mãe, meu irmão e minha fámilia
* Os textos  da Clarisse Lispector
* Dormir de tarde (não sei mais o que é isso)
* Meus poucos amigos
* Saber que sou especial para alguém
* Filmes Historicos 






Beijo ;*

 



quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Difícil não lembrar do que nunca se esqueceu.

 É exatamente isso que eu faço quando minha vida
toma um outro rumo, e eu tenho que começar uma
nova história pra dar continuidade a minha existência.
Evito o que acabou. Eu costumava dizer: 'Se eu pudesse,
eu apagaria boa parte do meu passado'. Mas pensando bem,
eu não apagaria. Eu só evito pensar nele. E isso é normal, não é?
Evitar o que nos incomoda. No meu caso: o passado.
 Já tentou me olhar? observar? Olhar nos meus olhos,
olhar pra mim? Você descobriria tanta coisa, tanta coisa que está
escondida e você não sabe
!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Em seguida, todo mundo se acostuma. As pessoas esquecem umas das outras com tanta facilidade. Como é mesmo que minha mãe dizia? 'Quem não é visto, não é lembrado. Longe dos olhos, longe do coração!', pois é.

(...)


Sou pessoa de dentro pra fora. Minha beleza está na minha essência e no meu caráter. Acredito em sonhos, não em utopia. Mas quando sonho, sonho alto. Estou aqui é pra viver, cair, aprender, levantar e seguir em frente. Sou isso hoje... Amanhã, já me reinventei. Reinvento-me sempre que a vida pede um pouco mais de mim. Sou complexa, sou mistura, sou mulher com cara de menina... E vice-versa. Me perco, me procuro e me acho. E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar... Não me dôo pela metade, não sou tua meio amiga nem teu quase amor. Ou sou tudo ou sou nada. Não suporto meio termos. Sou boba, mas não sou burra. Sou pessoa de riso fácil e choro também!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010


A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote
louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.
Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser
magérrimos, sarados, irresistíveis.
Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema:
queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas.
E quanto ao amor? Ah, o amor.. não basta termos alguém com quem podemos
conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar
pequeno: queremos AMOR, todinho MAIÚSCULO . Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.
Ter um parceiro constante, pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio .É o que dá ver tanta televisão. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça de que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade...Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo.

domingo, 5 de dezembro de 2010

''Dá vontade de mandar meia dúzia de gente tomar no cu e correr pra casa chorando, se trancar no quarto pra tomar um toddy e jogar playstation até ficar vesga. Isso de escolher qual cara eu vou vestir hoje fode com tudo. Sempre. É, eu confesso que não é exatamente a realidade que eu esperava encontrar. Talvez isso mude. Talvez você entre na minha vida sem tocar a campainha e me sequestre de uma vez. Talvez você pule esses tres ou quatro muros que nos separam e segure a minha mão, assim, ofegante, pra nunca mais soltar. Talvez você ainda possa pular no rio e me salvar. Ou talvez eu só precise de férias, um porre e um novo amor. Porque no fundo eu sei que a realidade que eu sonhava afundou num copo de cachaça e virou utopia."



"Mas chega, se não houve troca, chega, porque amar sozinho é solitário demais, abandono demais, e você está nessa vida para evoluir, mas não para sofrer. Hoje eu acordei numa casa diferente, num quarto diferente, sem nenhuma muleta, sem nenhuma maquiagem, meus amigos estão ocupados, meus pais não podem sofrer por mim. Hoje eu acordei sem nada no estômago, sem nada no coração, sem ter para onde correr, sem colo, sem peito, sem ter onde encostar, sem ter quem culpar. Hoje eu acordei sem ter quem amar, mas aí eu olhei no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode realmente me fazer feliz.''

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

'' E nossa história não estará pelo avesso
Assim, sem final feliz.
Teremos coisas bonitas pra contar. ''

Chegou a hora de recomeçar...



A verdade é que me enchi, De você, de nós, da nossa situação sem pé nem cabeça. Não tem sentido continuarmos dessa maneira. Eu, nessa constante agonia o tempo todo imaginando como você vai estar. E você, numas horas doce, noutras me tratando como lixo. Não sou lixo. Tampouco quero a doçura dos culpados, artificial como aspartame.Fico pensando como chegamos a esse ponto. Não quero mais descobrir coisas sobre você, por piores ou melhores que possam ser.Assim, chega. Chega de brigas, de berros, de chutes nos móveis. Chega de climas, de choros, de silêncios abismais. Para quê, me diz? O que, afinal, eu ganho com isso? A companhia de uma pessoa amarga, que já nem quer mais estar ali, ao meu lado, mas em outro lugar?
 Sinceramente, abro mão. Vou atrás de um outro jeito de viver a minha vida, já que em qualquer situação diferente estarei lucrando. Bom é isso, se agora isso ainda me causa alguma tristeza, tudo bem. Não se expurga um câncer sem matar células inocentes...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A mudança é a lei da vida



A vida é uma roda gigante não é? Quando você pensa que ta tudo se acertando de repente você já está voltando para o  mesmo lugar. Tudo muda o tempo todo num segundo. O que nos resta é tentar acompanhar cada passo novo e sempre ter coragem de seguir em frente. A verdade é que '' Nada se perde, tudo se transforma ''. E é engraçado como tudo muda de cara. E o que me resta? SÓ SORRIR!


[Bom final de semana para todos ;*]
  
... Eu vou pra cama com 5 livros e uma saudade imensa de você...

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Um branco, um xis, um zero!


  Não me lembro bem da sua cara
Qual a cor dos olhos, já nem sei
Só o cheiro do seu cheiro
Não quer me deixar mais em paz
Nos ares dos lugares
Onde passo e onde nunca estás
Já passei um pano um branco, um zero, um xis
Um traço, um tempo, já passei
Só o cheiro do seu cheiro
Não consigo deixar para trás
Impregnado o dia inteiro
Nessa roupa que eu não tiro mais ♪